Mude o tamanho do texto: A A A

Zé da Madruga

*** O Brasil está nú… A purificação buscada está difícil de ser alcançada, pois os limpos e puros estão se escasseando. Como diz meu colega Bentinho, quem vê cara, não vê coração…

*** Mais que o futebol, a política tem alcançado maiores discussões. A diferença é que muitos ainda defendem o Lula e seus asseclas, enquanto os da ala contrária dão a mão à palmatória, dizendo que àqueles que eles defendiam também merecem serem punidos, exemplarmente.

*** Conforme um estudioso no assunto, os descuidistas começaram a trabalhar bem cedo, o que comprova que o poder corrompe. Prova disso são as punições dos mais chegados de Lula, que foram presos e desmoralizados.

*** Cite-se aí (sempre relembrando) José Dirceu, Genoino, Delúbio, usuários de malas, cuecas, meias e daí por diante. E ainda dizem que são inocentes, não sabem de nada…

*** Aqui no Mato Grosso ocorre à mesma ladainha. Não sabem de nada… São os inocentes de plantão.É aqui que tem réus com mais de 100 processos soltos.

*** Vai entender esta Justiça… Por outro lado muitos estão fazendo delações, para tirar o seu da reta, ou pelo menos tentando diminuir suas penas.

*** E as penas ao José Riva começam a sair do papel. Para começar são 22 aninhos de reclusão. Resta saber quando será que ele vai ser recolhido…

*** Outro assunto que está em pauta, aqui na região do Araguaia, são os constantes pedágios promovidos pelos indígenas de várias raças.

*** Se tornam agressivos quando abordam as pessoas e uns, bêbados, se tornam incontroláveis. Sorte que a segurança pública está tomando as providências.

*** Como os indígenas são inteligentes, saberão o mato que estão lenhando e tudo poderá ser controlado, doravante, evitando a violência que se anunciava próxima, de ambas as partes…

*** Muitos pessoas e viajantes já temiam, inclusive, que os indígenas fizessem pedágios até no centro da cidade de Barra do Garças, onde andam aos grupos.

*** Sorte da população que as autoridades estão tomando precauções e até prendendo alguns para servir de exemplo para outros, o que tranquiliza, por enquanto, os que pretendem viajar rumo à Cuiabá, ou ao Norte Araguaia, de carro….

*** Mudando de assunto: -Ao longo dos últimos anos, tenho observado que o nosso Parque de Exposição Eliziário José de Farias” vive o abandono, de más administrações.

*** Construído pelo então governador Wilmar Peres de Farias, o local viveu muitos bons e coloridos momentos. Agora, pelo que nos parece, está à beira do abismo.

*** A expectativa do peão de permanecer os oito segundos em cima do touro, a habilidade dos salva-vidas, a criatividade dos animadores da arena e a magia proporcionada pelos locutores, profissionais renomados do circuito de rodeio, que fazem o diferencial da festa,  poderá ficar somente no sonho de muitos.

*** Ainda há pouco eu dizia do por quê Água Boa pode, e Barra não pode fazer uma grande festa? Lá as atrações são muitas e de nomes nacionais, enquanto aqui tudo está se esvaindo, com o percurso do tempo.

*** Conforme o Bentinho, Barra já teve nome até mesmo internacional, como mostra agropecuária e agora passamos a viver no ostracismo. O que foi que aconteceu?

*** De quem é a culpa? Do Eduardo Farah, do Vilmondes Cruvinel, que não souberam administrar, ou foi das administrações municipais que não colaboraram? Quem souber, responda…

Seja o primeiro a comentar sobre "Zé da Madruga"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*