Mude o tamanho do texto: A A A

48 anos de história

Celso Marcos da Silva é motorista aposentado da Sema

Meu nome é Celso Marcos da Silva, comecei minha vida profissional há 48 anos. Cheguei a Mato Grosso em 1977, onde trabalhei como encarregado de compras da Construmat, em Barra do Garças, depois vim para Cuiabá e trabalhei como motorista e office-boy das famílias tradicionais Curvo, Maciel e Campos. Depois a antiga Constran, depois DVOP, Emap, Fema e Sema.

 Passei por 14 mandatos de governadores nesses 40 anos como motorista do estado, viajando todo Mato Grosso. Conheci os 141 municípios levando servidores a trabalho e participando de várias solenidades e operações.

 Conheci garimpos, mineradoras, índios, voei de helicóptero, estive em fiscalizações de pesca, aliás, participei da maior apreensão de 8 toneladas de peixe do estado, em 1994. Já corri muito para não levar tiro em operações da Sema em conjunto com as polícias ambiental, militar e federal, e recorri muito a Deus para nos livrar de acidentes nas estradas muitas vezes de chão batido e de asfalto. E hoje estou me aposentando com a permissão de Deus.

 Também fui multiplicador em projetos ambientais em assentamentos e aldeias indígenas. Uma das minhas maiores paixões foi plantar a semente da conscientização em muitas crianças que hoje cuidam do meio ambiente. Um dos trabalhos de que sempre vou me orgulhar.

 E hoje me aposento sabendo da minha missão cumprida. Recebi um título de Cidadão Mato-grossense e outro de Cidadão Cuiabano ainda a medalha de Honra ao Mérito representando todos os servidores da Sema. Orgulho-me de poder contar para meus netos a minha história. Que vi crescer os 141 municípios ao longo desta jornada de trabalho. E posso dizer que meu estado é muito bonito.

 Não podia deixar de agradecer a quem passou por minha trajetória de vida. O governador Pedro Taques, o vice-governador e secretário da Sema, Carlos Fávaro,  e o secretário adjunto André Torres Baby. Também não poderia deixar de citar o ex-governador Júlio Campos e a sua falecida esposa Isabel Campos pela confiança depositada em meus serviços,  o Sintema, que lutou para equiparação das nossas diárias independente do nível de escolaridade, apenas valorizando o profissional motorista, aos meus colegas do transporte que merecem todo nosso respeito, aos amigos que fiz nesse percurso, a minha família que apesar da minha ausência por conta do trabalho não deixou de me apoiar e entender que era necessário para nosso sustento.  E a Deus por me permitir dividir a minha história com vocês. Celso Marcos da Silva é motorista aposentado da Sema

 

Seja o primeiro a comentar sobre "48 anos de história"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*