Mude o tamanho do texto: A A A

Zé da Madruga

*** A cantilena e a mesma, de outrora: “Não sou político, não gosto de política e não vivo politicando”. São palavras inconsequentes, por que ninguém vive sem política, nas suas várias formas.

*** Nunca se deve dizer que desta água não beberei, pois cedo ou tarde, o peixe é fisgado, pela boca. Politicar faz parte do ser humano, nas suas fases distintas.

*** Uns politicam para arranjar um emprego, para conseguir algumas benesses e outros para conseguir cair nas boas graças de um amigo, ou patrão.

*** No caso da política partidária em sí é que o bicho pega. O motivo das citações acima é que faz com que muitas pessoas se sintam enojadas, apregoando os ditos, nefastos.

*** Nesse caso, até repetitivo, o que podemos fazer é tirar de cena os tidos como corruptos, como nocivos à nossa sociedade, politicamente, através do voto.

*** Não adianta dizer, por exemplo, que vai votar em branco, ou anular o seu voto, se o mesmo é partidário e muito menos colocar que não vai votar, não vai comparecer às urnas, fica pior a emenda, que o soneto.

*** Temos que pregar, noite e dia, a ativação do voto consciente. Também não podemos pegar uma laranja aleatoriamente, pois algumas delas podem também estarem bichadas.

*** Temos que analisar, ver suas bases, seus partidos e sua vida pregressa. Laranjas podres estão por toda parte, também chamadas de testas de ferro, como é o caso do Luciano Ruck, filho postiço da Rede Globo.

.*** Não podemos e não devemos deixar o certo pelo duvidoso. Muita calma nessa hora. Agora se for para levar na brincadeira, o melhor é trocar o Ruck pelo Tiririca que, conforme o colocado, pior não fica.

*** De qualquer forma temos que deixar o barco correr, dar tempo ao tempo, porque ainda temos 11 meses para fazer escolhas.

*** Outro fator preponderante neste caso é que as definições vão estarem acontecendo naturalmente, ou seja, muitos nomes serão expurgados do contexto político, através das operações desencadeadas por todo o País, num trabalho conjunto e efetivado pela Polícia Federal.

*** A Lava Jato, tida como mãe de todas as operações desenvolvidas até agora, se acatada em, outras instâncias, poderá fazer uma limpeza geral. É a expectativa de muitos.

*** Há também outras operações em níveis, nacional e estadual que tende a render complicações para os envolvidos nos “esquemas”. Em Mato Grosso envolve muitos tidos como espertinhos, ou seja, “santinhos do pau oco”.

*** A pergunta do eleitor e eleitores é uma só: “Será que o fulano vai se safar desta, mesmo com seu nome mais sujo que poleiro de pato?”.

*** Conforme estudioso no assunto, a hora é agora e cabe a Justiça, nas suas várias fases, fazer a sua parte, ou seja, ajudar na reformulação política de nosso imenso Brasil, tirando os sujos e não colocando os maus lavados, mas sim os limpos e puros, no sistema Político e ou administrativo.

*** Não devemos rebobinar os fios que já estão desencapados. O melhor é correr o risco de errar menos, colocando novos nomes nas pelejas que se inicia, neste ano de 2018.

*** Que Deus nos ajude…

Seja o primeiro a comentar sobre "Zé da Madruga"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*