Mude o tamanho do texto: A A A

Transformação cultural

Como deixou patenteado um moderno escriba, é impressionante a cultura de ódio que grassa em nosso meio, particularmente na internet. “Se antes era o anonimato quem garantia a semeadura de ódio, agora ele se manifesta abertamente nas redes sociais, propagadas por pessoas comuns e até autoridades públicas, tidas como pessoas de bom caráter. Bom caráter?”

A grande maioria afirma que o fofoqueiro é um mau caráter porque dissemina mentiras. “E o que estão fazendo muitos? Disseminando mentiras por Facebook, WhatsApp, e assemelhados da internet. Hoje em dia, as comadres são digitais…” colocou. Mas a ingenuidade e o ódio enrustido continuam o mesmo.

No tocante a primeira, ou seja, a ingenuidade, ela depende de estudo e leitura, não de romances de quinta categoria, mas leitura de filósofos, cientistas e biografias. Religião também ajuda se for tradicional, ou seja, sustentada em gente inteligente e culta. Não se pode esperar que alguém tenha bom senso se não treinou o seu senso!

Quanto ao ódio é uma emoção que infecta as pessoas de forma sutil, tão sutil que elas juram que não estão com ódio. O Ódio é o mal da humanidade que cega à razão de muitos e faz deste planeta um lugar do mal. Muita gente aparentemente inteligente é dominado pelas emoções e a inteligência é tão enfraquecida que não conseguem enxergar o domínio das emoções.

Temos exemplos gritantes ao nosso redor. Só que muita gente não entende que tudo indica ser um atentado contra o Estado e não um acidente cometido por algum criminoso isolado.

No tocante a isso p escriba coloca que “sobre isso e esses, o livro dos Provérbios (6,16-19) nos mostra: seis coisas há que o Senhor odeia e uma sétima que lhe é uma abominação: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, um coração que maquina projetos perversos, pés pressurosos em correr ao mal, um falso testemunho que profere mentiras e aquele que semeia discórdias entre irmãos. E mais, (Prov.17, 4): o mau dá ouvidos aos lábios iníquos; o mentiroso presta atenção à língua perniciosa. Como Deus classifica cada um de nós?”.

Por outro lado, derrubando teses, o tem do momento é o STF que, de idolatrado passou a ser hiper, super odiado. Alguém pode nos dizer por quê? Há quem diga, que a maioria dos seus membros não querem pisar no prato que comeu. Isto é boato, ou fato?

Seja o primeiro a comentar sobre "Transformação cultural"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*