Mude o tamanho do texto: A A A

Por uma justa causa

A expectativa de novos benefícios que estão sendo anunciados para Barra do Garças, tem causado euforia generalizada em toda a sociedade organizada. Junto a estes prenúncios desenvolvimentista estão os voos tanto para Cuiabá, quanto para Goiânia, que se inicia neste dia 05, o que demonstra que a nossa cidade está sendo tratada como merece.

Haveremos de ressaltar as outras obras que já vinham sendo concretizadas e que estão quase prontas para serem entregues para os usuários, como exemplo o Centro de Convenções, na UFMT. O Anel Viário, que ao longo dos anos vem sendo postergado, parece que está tendo a devida atenção das administrações, tanto municipal, como estadual e federal, através do seu eterno defensor e hoje senador, Wellington Fagundes.

É uma obra altamente valiosa por que vai ajudar muito na reorganização do trânsito, principalmente na Avenida Ministro João Alberto, palco de passagem de centenas e centenas de caminhões pesados, diariamente.

Outra luta que vem sendo incessantemente intentada, mas que depende muito de intervenções políticas, é a mui anunciada Avenida Beira Rio. Imagina-se que ela esteja bem encaminhada, já que os entraves interpostos foram retirados para o bem comum daqueles que anseiam por uma Barra mais bonita, mais atraente, mais robusta, turisticamente.

Em outra vertente estamos assistindo o Executivo e o Legislativo se unindo com a comunidade interessada no levante turístico do município. Entende-se que uma mão lava a outra e ambas (irmanadas com outras) lavam milhares de rostos.

Paralelo a isto, estamos assistindo cotidianamente a chegada de novos empreendedores, o que nos dá a certeza de que Barra deixou de ser mais uma cidade do Vale do Araguaia, para se transformar em um polo regional de compras de muitas amplitudes.

Calcados nessas assertivas observamos que, mesmo com a crise reinante a administração municipal está fazendo a sua parte, remodelando e ampliando o município com obras tidas como estruturais e importantes para receber turistas, estudantes e muitos outros que aqui estão aportando para investir, ou estudar nas várias casas de ensino que conquistamos.

Diante destas premissas é que precisamos entender – e aplaudir – o que está sendo feito no sentido de organizar o trânsito com a chamada Área Azul. Barra do Garças deixou de ser provinciana, passando a ser, como o dito, uma central de compras, de estudos e de turismo, além de outras opções comercial.

Chegou a hora de aplaudir e não de criticar, pois os benefícios para o próprio comércio já está sendo patenteado.
Quem gosta de Barra do Garças, são os próprios barra-garcenses de fé e coragem…

Seja o primeiro a comentar sobre "Por uma justa causa"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*