Mude o tamanho do texto: A A A

Aprovados em concurso se preparam para assumir funções nas escolas

Junior Silgueiro/Seduc-MT

Nesta quarta-feira, Seduc iniciou efetivo exercício dos profissionais

Yuri Ramires | Seduc-MT 

ouco mais de seis meses após a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) realizar o concurso público na área da Educação, os aprovados no certame realizaram, durante esta quarta-feira (25.04), o efetivo exercício para o qual foram designados: Professor da Educação Básica, Técnico Administrativo Educacional (TAEs) e Apoio Administrativo Educacional (AAE).

Caio Cobianchi, de 25 anos, é professor de História e foi aprovado em primeiro lugar em sua área. A partir desta quinta-feira (26.04), ele passa a lecionar aos alunos do Ensino Médio da Escola Dione Augusta, no CPA IV, em Cuiabá.

Natural do Paraná, ele morava no Espirito Santo (ES), onde era efetivo na rede estadual, dedicando-se aos alunos do Ensino Fundamental. “O que me chamou a atenção no concurso de Mato Grosso foi o plano de carreira. O salário base também foi um atrativo”, lembrou. Para os professores habilitados, o salário inicial é de R$ 3.952,01.

Concursado no ES, Caio conta que o concurso da Seduc teve um nível bastante elevado, concordando com o método. “Tem que ser assim, já tinha feito concurso em nível Federal que não contava com essas etapas.”

Letícia Lemes foi aprovada para Apoio Administrativo Educacional (AAE), cargo de Nível Médio. Aos 20 anos, foi aprovada no primeiro concurso público que realizou. “Sou de Jangada (MT), mas moro em Cuiabá, estudo Direito e estava em busca de estabilidade. Me interessei no concurso e fiz. É o meu primeiro e já fui aprovada”, contou.

Para ela, a prova não estava difícil. “Achei que estava bem desenvolvida para uma avaliação de Nível Médio, tanto é que consegui a aprovação em 3º lugar.”

A jovem já tinha experiência em escolas, trabalhou como bibliotecária em uma unidade e passa a atuar como apoio na Escola Estadual Dom José do Despraiado.

Leonardo Yamamura, de 26 anos, é de Cuiabá e antes de ser aprovado no concurso, ministrava aulas no Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA) Cesário Neto.

Ele também atuou como professor substituto no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT). Agora, passa a atuar como professor da Escola Estadual Dione Augusta. “Sempre busquei me efetivar no cargo de professor, essa era a minha perspectiva e agora consegui. Nessa seleção, a carga horária e o salário chamaram a atenção”, lembrou o professor.

Ele afirma ter gostado do método de aplicação do concurso. “O edital estava bem específico, foi tranquilo”, finalizou.

Inovação

O concurso da Seduc faz parte do Pró-Escolas, maior programa de ações e investimentos da história da educação de Mato Grosso, que visa a melhoria da qualidade do ensino nas escolas estaduais.

Ao todo, foram ofertadas 5.748 vagas disponíveis, sendo 3.324 para o cargo de Professor da Educação Básica, 1.496 para Apoio Administrativo Educacional (AAE) e 928 para Técnico Administrativo Educacional (TAE), além do cadastro de reserva de 50% do total de vagas.

Seja o primeiro a comentar sobre "Aprovados em concurso se preparam para assumir funções nas escolas"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*