Mude o tamanho do texto: A A A

Pró-família ajuda na redução da pobreza em MT

Pró-família ajuda na redução da pobreza no Estado - Foto por: Gcom-MT/Mayke Toscano

O Programa Pró-família é fruto da Lei nº 10.523, de 17 de março de 2017. O cartão do programa proporciona a transferência de renda no valor de R$ 100 às famílias, para compra exclusiva de alimentos.

Luzia Araújo | Gcom/MT 

Mais de 18 mil famílias mato-grossenses deixaram a linha da pobreza recebendo o auxílio do programa estadual “Pró-Família”, que proporciona a transferência de renda no valor de R$ 100 para compra exclusiva de alimentos. Somado aos 2.805 profissionais da rede de proteção, entre agentes de saúde e assistentes sociais, o programa já alcançou mais de 20 mil famílias no Estado.

Segundo a secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social, Mônica Camolezi, mais de 123 mil famílias viviam abaixo da linha da pobreza em Mato Grosso e com o programa o número reduziu em quase 2%. “Ao contrário do que está acontecendo no Brasil, onde a pobreza aumentou em mais de 37%, nós obtivemos redução”, disse Camolezi. 

No Estado, as famílias de 98% dos municípios de Mato Grosso foram beneficiadas com o cartão do programa permitindo a compra dos alimentos nos 700 mercados credenciados a rede. Nesta quinta-feira (10.05), o governador Pedro Taques entregou o cartão para 1.633 famílias e 117 profissionais de Cuiabá. O município encerrou a fase de entregas em Mato Grosso. 

Esta foi a segunda vez que a população em situação de vulnerabilidade da capital recebeu o benefício. Na primeira, 2.805 famílias receberam o cartão. Para moradora do bairro da 1ª etapa do bairro Doutor Fábio, Juscélia Silva Guimarães, de 38 anos, o benefício veio em boa hora, ela está desempregada há cinco anos e para sustentar a família faz alguns ‘bicos’. 

“Esse é um projeto muito bom que vem para ajudar muitas famílias. Estou muito interessada em fazer os cursos e se tiver na minha área, que é de cabelereira e confeitaria, vou fazer”, afirmou.

Para a secretária, o cartão oferece mais dignidade as famílias dando acesso aos alimentos e acompanhamento familiar para qualificação profissional durante 12 meses. “A escolha dos beneficiados foi feita com o auxílio da assistência social e saúde do município. Os profissionais fazem uma triagem dentro da sua área, identificando as pessoas mais vulneráveis. As famílias selecionadas recebem o cartão, para fazer a compra de alimento na rede de mercado local”, explicou Mônica. 

O dinheiro utilizado no programa é oriundo do Fundo de Erradicação da Pobreza do Estado que existe há 16 anos, de acordo com a secretária. “Nenhum governo teve a coragem e sensibilidade para que fazer com que o recurso do Fundo viesse para a mão das famílias que mais precisam”, disse. 

O governador Pedro Taques ressaltou que o programa vai continuar durante a sua gestão. “O programa vai fazer o acompanhamento das crianças e adultos da família, para que possam coloca-los no mercado de trabalho. O programa só é possível graças ao trabalho junto com o município e  enquanto eu for governador, não acabo com este programa”. 

O programa 

O Programa Pró-família é fruto da Lei nº 10.523, de 17 de março de 2017. O cartão do programa proporciona a transferência de renda no valor de R$ 100,00 às famílias, para compra exclusiva de alimentos. 

Os agentes comunitários recebem o mesmo montante, enquanto o repasse aos assistentes sociais é de R$ 300, para complemento da renda. O objetivo do programa é promover a inclusão social de famílias pobres e vulneráveis.

Seja o primeiro a comentar sobre "Pró-família ajuda na redução da pobreza em MT"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*