Covid vira endemia, mas ainda exige cuidados

 
 Embora isso ainda não tenha sido oficial e definitivamente anunciado, a Covid-19 já deixou a categoria de pandemia e hoje pode ser encarada como endemia entre nós, os brasileiros. Em raciocínio simples, epidemia é quando um mesmo mal causado por vírus ou bactéria tem o aumento repentino de casos num pais ou região. Endemia não faz avaliação numérica mas define a necessidade de cuidados.  Pandemia é a epidemia ocorrendo simultânea ou seguidamente em diferentes países ou continentes. Quem define a intensidade e o nome é a OMS (Organização Mundial da Saúde). Nas ultimas semanas, tivemos o aumento das internações e até de mortes por Covid. Atribui-se o fenômeno às aglomerações do carnaval  temporão, mas a ideia é que não há o comprometimento do quadro epidemiológico. Tanto que nas ultimas 24 horas, tivemos 35 mortes por Covid no o território nacional, o que é natural para uma população de 210 milhões de habitantes onde, mesmo antes da pandemia, já ocorriam mais de 3 mil óbitos de diferentes causas em cada dia. Não esquecer que no pico da pandemia, dia 8 de abri de 2021, a Covid matou 4.249 brasileiros. O coronavirus não foi embora e nem irá. Teremos de com ele conviver e tomar as precauções. As mesmas que se toma em relação a denque, chicumgunya, zika, febre amarela, leishmaniose, esquistossomose e outras. O preço da saúde da população é a manutenção de vigilância e serviços de combate aos males e a conscientização dos indivíduos assidade da vacinação, para todas essas moléstias. Vacinar-se é o caminho mais seguro.

Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves – dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) 
[email protected]      

Seja o primeiro a comentar sobre "Covid vira endemia, mas ainda exige cuidados"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*