Mude o tamanho do texto: A A A

Concessões de aeroportos de MT atraem investidores internacionais

Foto: Rafael Manzutti

As concessões do Aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande e dos quatro regionais de Rondonópolis, Barra do Garças, Alta Floresta e Sinop despertaram interesse de investidores internacionais, em especial grandes players da Espanha, Suíça, França e Argentina que enviaram emissários para participar da audiência pública realizada nesta terça-feira (19.06), pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O encontro também reuniu a sociedade organizada e lideranças políticas das cidades e regiões que serão beneficiadas com os novos investimentos. Mato Grosso é o único Estado brasileiro que tem cinco aeroportos que serão concessionados, em um único lote, à iniciativa privada.

A previsão é que as unidades aeroportuárias sejam leiloadas até o final deste ano e recebam investimentos de aproximadamente R$ 800 milhões. O leilão em bloco dos aeroportos de Mato Grosso foi proposto pelo governador Pedro Taques e aceito pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. O processo é conduzido pela secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

“À iniciativa privada caberá a obrigação de investimento e gestão por 30 anos. O interesse de empresas internacionais demostra o potencial que Mato Groso tem. Sem dúvida, os melhores aeroportos estão fora do país, como na Ásia, Estados Unidos e Europa: vamos ganhar com a expertise de quem sabe fazer gestão aeroportuária ao redor do mundo, caso um desses grupos arremate o lote de Mato Grosso”, firmou o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte.

A audiência pública possibilitou que a sociedade participasse com sugestões para aprimorar o edital que será posteriormente encaminhado ao Tribunal de Contas da União (TCU).

O Grupo de Mulheres em Prol de Rondonópolis (GMPR) é um grande entusiasta para a concessão do aeroporto municipal. Cerca de 50 pessoas vieram para participar e apoiar a iniciativa do Governo do Estado na busca de investimentos e modernização das unidade aeroportuárias de Mato Grosso.

“O aeroporto é uma porta de entrada de riquezas. Precisamos do aeroporto para trazer desenvolvimento”, concluiu Tânia Balbinot, representante do grupo.

 Em todo o país, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), serão leiloados 13 aeroportos. Essa nova rodada de licitação apresenta algumas novidades, entre elas é a possibilidade de um mesmo proponente vencer o leilão para mais de um bloco.

Rodadas

 A Anac realizará quatro audiências públicas presenciais para a quinta rodada de concessões de aeroportos, referente aos blocos de aeroportos das regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste. O encontro inicial ocorreu em Vitória – ES, seguido por Brasília – DF e Várzea Grande.  O próximo debate será realizado na quinta-feira (21.06), na cidade de Recife – PE.

Texto: Eduardo Cardoso

Seja o primeiro a comentar sobre "Concessões de aeroportos de MT atraem investidores internacionais"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*