Mude o tamanho do texto: A A A

Zé da Madruga

*** Dia desses fui questionado por um dos atendentes da Farmácia N.S Aparecida, ali na esquina da Ministro João Alberto, com a Praça Sebastião Júnior, onde se compra mais barato, do por que eu não estava mais inserindo algumas piadas nesta minha coluna.

*** Observou que sempre escrevo coisas importantes e que vem de encontro aos anseios das comunidades do Vale do Araguaia, mas que está faltando uma pitadinha de fatos pitorescos, ou piadas.

*** Disse a ele que ando meio macambúzio, sorumbático, escalafobético, desmilinguido e por ai afora e. também por falta de colaboração do Professor Queiroz, que ora reside em Ituiutaba, Minas Gerais e outros.

*** A verdade é que realmente temos, os preâmbulos, de contar alguns fatos que não envolvam políticos desonestos. Ocorre que a língua coça, dá alergia e começo a tecer comentários sobre os mesmos.

*** Conforme o Bentinho, que é aspone de um político e sabe das coisas, está muito difícil achar político honesto, mas há, embora em ínfima minoria.

*** O eleitor vota no dito cujo e ele entra cheio de razão, querendo consertar a cidade, o seu estado ou até mesmo o seu País.

*** Ocorre que logo adiante surge a primeira pedra, tropeça, levanta e aí já vem uma pedrona. Cansado de dar murros em ponta de faca acaba cedendo aos rogos dos mais espertos. Todos sabem do que estou falando…

*** Há, claro as exceções das exceções, os que tentam chamar outros companheiros para somarem forças e mudar os caminhos que não tenham pedras nefastas.

*** Estes os motivos de ainda estar cheio de esperanças de que dias melhores virão, principalmente se o eleitor votar consciente; saber votar.

*** Temos que evitar votar em branco ou nulo pois se assim o fizermos vamos dar alimentação aos corruptores e corruptos. E como tem!!!

*** Bom, depois destas colocações vou entrar no mérito de alguns fatos interessantes, ou pitorescos, como quer o meu amigo, que sabe vender e é atencioso.

*** Quem me repassou estas pérolas foi o empresário Eilon Rezende, do Aragás – Gás e Água/fone (66) 3401- 4100. Vender barato é com ele mesmo…

*** o Jovem estava suadão coando (ou peneirando?) areia para depois juntar ao cimento. De repente chega um curioso que sem nada para fazer questiona:

***  Carregando areia? –Não, estou misturando a farofa. É farinha de mandioca, não está vendo? É para servir no casamento da minha filha…

*** Tempo depois o braçal para de trabalhar, senta em uns tijolos e começa a chupar manga.

*** Chega outro e questiona; É aí companheiro, chupando uma manguinha? -Tô não, estou lavando o rosto e, nervoso, passa o caroço da manga no rosto.

*** Já tiririca da vida, acrescenta, estou também passando protetor, não está vendo. Vá procurar o que fazer…

*** Tal fato aconteceu, segundo um caminhoneiro, ali na BR-158. Ele estava desolado, pois seu caminhão tinha tombado e andava para lá e para cá.

*** Chega um gaúcho e pergunta: -aí tchê, o caminhão tombou? -Não, ele está somente deitado para descansar. Trabalhou muito o dia inteiro e agora deitou para descansar…

*** O homem trabalha capinando no solzão, à beira de um lago, quando foi questionado por um passante: -Trabalhando muito, senhor?

*** Não vagabundo estou aqui curtindo uma praia, você não está vendo? Ainda nervoso tirou a camisa e pulou na água, molhou o corpo, voltou ao trabalho de capina e mandou o curioso ir procurar o que fazer…

*** Bom, gente, agora é trabalhar e saber escolher o candidato certo nestas próximas eleições.

*** Vamos ter que escolher um deputado estadual e um federal, votar em dois senadores e ainda por cima escolher o governador e o presidente da República.

*** É muita responsabilidade, principalmente quanto temos um montão de candidatos que estão pendurados em muitos processos e outros atos desonestos. Vote consciente, não votando nos indecentes…

Seja o primeiro a comentar sobre "Zé da Madruga"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*