Fugitivos de presídio são mortos pela polícia

Fotos: Reprodução

A Polícia Militar confirmou que os quatro fugitivos do presídio de Montes Claros de Goiás, acusados de matar o produtor rural identificado como A.C.G., de 73 anos, após um roubo em Mato Grosso, foram mortos após uma troca de tiros com as forças de segurança na terça-feira, dia 29.

Deusmar de Souza, Luciano Carneiro de Souza, Fabrício Beraldo Farias e Igor Fernandes Barreira foram localizados na manhã do dia 29, após buscas em uma região de mata, entre os municípios de Bom Jardim (GO) e Baliza (GO).

Os criminosos atiraram contra os policiais, que revidaram os disparos e atingiram os quatros. Eles ainda chegaram a ser socorridos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima, mas não resistiram aos ferimentos.

A caça aos bandidos já durava dez dias e teve a participação das Forças de Segurança de Mato Grosso e Goiás.

O caso
De acordo com a polícia, os quatro detentos fugiram do presídio no último dia 21 de outubro, após cavarem um buraco na parede de uma das celas. No dia 23 os policiais encontraram um veículo que foi roubado por dois dos fugitivos.

Já na sexta-feira (25) foi roubada uma camionete Chevrolet D10, na área rural de Pontal do Araguaia, que depois foi abandonada e encontrada no sábado (26) na região do município de General Carneiro. A PM havia recebido a informação de que o veículo teria sido abandonado em uma região de mata na divisa entre General Carneiro e Guiratinga.

Com o apoio da Polícia Civil eles foram ao local e encontraram o veículo. Nas proximidades eles também encontraram o corpo do idoso de 73 anos. A suspeita é que os fugitivos seguiram a pé após abandonarem a D10 e abordaram o idoso para roubar sua F4000, que também já foi recuperada e os fugitivos sendo mortos na troca de tiros.

Da Assessoria

 

Seja o primeiro a comentar sobre "Fugitivos de presídio são mortos pela polícia"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*