Eu sou a porta do meu caminho!

(Artigo dividido em 3 partes) – parte III

Por Jorge Peró

Cada um de nós usou uma porta de entrada muito específica, talvez “única”, para abandonar a compreensão da unidade indissolúvel da vida visando aprender com a sensação de separação – diga-se de passagem, atendendo propósitos tão divinos quanto qualquer experiência pelo Universo afora, por isso a culpa não faz o menor sentido. Devemos ter sempre em conta que certo/errado não nascem da imparcialidade.

Podemos encontrar essa porta que, no caso, servirá para o resgate da conscientização. E para isso está o instante presente, sempre com uma lição em conformidade.

A porta para o “eu” de amor incondicional está em alguma parte dentro de nós… O tal ser eterno que é amor em todas as direções. E não importa se ele está aflorado ou não. Está em nós à porta para esse “ser”. E não precisamos deixar para realizá-lo em outro momento, por qualquer razão que nos contamos. Independentemente do quão evoluídos ou atrasados nos julgamos estar, já somos a criação perfeita. Tem que ser assim, pois a suprema sabedoria da fonte da vida não pode ter cometido enganos.

Esse ser é tão puro amor que nos permite escolher a hora de realizá-lo. Mas como já afirmamos, nesse modelo enganoso em que projetamos algum progresso futuro não há nada concreto.

Se há um conselho que arriscaria deixar, seria esse: abracemos o “desfazer”. Desfazer de dogmas, de superstições, de convicções.

Caso você tenha acompanhado as três partes desse artigo aguardando uma espécie de “receita de bolo” sobre como estar no instante presente, ou sobre como realizar o ser em você, é preciso muita atenção!

É impossível não se estar no instante presente, assim como, jamais a compreensão do ser perfeito criado pela fonte original esteve ou está inalcançável para você, independente do merecimento que você pensa ter ou não. Os sábios afirmam que você está a um único pensamento da auto realização. E a porta para ele já está aí!

Eu, por mim, nada posso fazer! É o Pai em mim que realiza a obra.

Jorge Peró tem 53 anos, nasceu em Volta Redonda/RJ, é escritor e professor de Reiki.

Comentários sobre esse artigo através do e-mail: [email protected]

Seja o primeiro a comentar sobre "Eu sou a porta do meu caminho!"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*